Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Corsário e a Ciência

Textos de divulgação científica e reflexões sobre Ecologia da Saúde, à luz da teoria evolutiva ultradarwinista:

O Corsário e a Ciência

Textos de divulgação científica e reflexões sobre Ecologia da Saúde, à luz da teoria evolutiva ultradarwinista:

15.12.12

O que valeria mais que publicar na Science


Sérvio Pontes Ribeiro

Eu queria agradecer enormemente toda manifestação de carinho e congratulações pelo artigo na Science. De fato, para quem me conhece, sabe que isto é algo que coroa um sonho de vida inteira: o de fazer ciência, e ter ela reconhecida no topo!

 

Porém, preciso contar algo, em especial para a alunada. Isto, publicar em Nature e Science, parece ser a coisa mais importante até acontecer, aí, o que aconteceu para isto ser real, claramente desfaz toda a importância do fato. O que aconteceu foram não uma, mas três viagens importantes:

 

1 – Saber de fato que podemos ousar estimar a diversidade de insetos em uma floresta tropical, e gerar um conhecimento desta magnitude, que de várias formas vai sacudir o imaginário coletivo, e alterar o rumo do conhecimento científico;

 

2 – Ser parte disto daqui, como membro de uma Instituição brasileira, e como pesquisador vinculado aqui. Moleza está no topo tendo migrado para lá e nunca voltado. Foda é estar no topo e trazer isto para cá, misturar esta conquista com a criação de mestrado, doutorado, Departamento, enfim, uma estrutura para que um dia outros possam te seguir, vindos daqui do Brasil, já vendo o Brasil (não eu, o Brasil), no topo;

 

3 – Já ter sido seguido. E fato, o Wesley ser parte disto, e ter o Wesley começado sua caminhada no meu laboratório virou, quase paradoxalmente, a grande conquista do ano. “Sou professor para isto”, botar um cara na Science, está me parecendo mais fabuloso que ser “cientista para isto”.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.